Bianchini Rally Rally

Além das motos, equipe de Alphaville, abre vagas para UTVs no Rally dos Sertões 2019

Bianchini Rally, com 13 anos de tradição no grid da maior prova off-road do país, fecha a 26ª edição com dever cumprido e três pilotos no pódio nas categorias Production Aberta, Marathon e Over 45 e já abre vagas para a próxima edição

10.09.2018  |  87 visualizações

São Paulo, 10 de setembro de 2018 – Mais um Rally dos Sertões concluído com êxito e três pilotos no pódio. Foi assim que a Bianchini Rally, equipe com sede em Barueri (SP), fechou a participação na 26ª edição, encerrada há aproximadamente duas semanas (18 a 25/8), após mais de 3.600 quilômetros de roteiro que adentraram os estados de Goiás, Bahia, Piauí e Ceará. A prova mais importante do calendário nacional da modalidade acabou, mas a equipe já começa a se planejar para o próximo ano, tanto que anuncia que já está com 10 vagas abertas entre Motos e UTVs para a edição 2019.

A equipe foi representada neste ano por uma dupla de UTV, Fabrício Bianchini/Adhemar Pereira #230 (Can-Am Maverick X3), e mais seis pilotos nas Motos: Elias Folly #33 (KTM 450 EXC), Neto Malassise #59 (KTM 450 EXC-F), Luiz Fernando Nutti #37(KTM 450 EXC), Diego Guper #51 (KTM EXC-F 450), Josemar Ferro #44 (Kawasaki KLX 450) e Dimas Barreira #52 (KTM 450 EXC). Nas Motos, os destaques ficaram para o paranaense Elias Folly que teve o melhor desempenho do time com a 4ª colocação na Production Aberta e 6º na geral; outro paranaense e estreante, Neto Malassise, terminou em  4º na Marathon e 17ª na geral e o paulista Luiz Fernando Nutti, 3º na Over 45, que levaram troféus para casa.

A estreia de Bianchini/Pereira nos UTVs trouxe também novos conhecimentos para equipe que recebeu dois mecânicos especializados para trabalhar no veículo durante a prova. Em sua 24ª participação no Rally dos Sertões, o piloto e morador de Alphaville, Bianchini, conta como foi pilotar um UTV pela primeira vez. “A experiência de andar de UTV foi sensacional. Ele é muito rápido, confiável e divertido para se pilotar. O nosso objetivo neste ano de estreia foi completar todo o roteiro e finalizar a prova sem percalços ou problemas mecânicos e foi o que fizemos, então Índio e eu fizemos a nossa prova sem nos preocupar com os adversários ou resultado”, explica. Sobre o roteiro Bianchini ressalta: “Foi bem bacana, o Sertões voltando às origens. A Especial dos 10 anos, que fizemos em 2002, foi repetida em 2018 e trouxe um pouco das dificuldades que tínhamos na década passada.”

Vale ressaltar os dois novos parceiros da equipe que foram primordiais para o bom desempenho dos competidores – os pneus Borilli e os capacetes SHIRO. “A Borilli Racing é uma empresa especializada em pneus off-road 100% nacional. O produto foi desenvolvido pensando no Sertões, tanto que fizemos os testes antes de usar na competição e tivemos uma grata surpresa com a durabilidade e o grip dos pneus foi fantástico”, elogia o piloto. “Quanto aos capacetes SHIRO, todos os pilotos elogiaram muito o conforto e a aerodinâmica que não deixa o vento gerar turbulência. Outra parceria que vai perdurar por anos”, completa Bianchini, também conhecido como Gaúcho no meio off-road.

Sobre os planos para a próxima edição, cuja largada será no Mato Grosso do Sul e chegada em Goiás, com passagem pelo Deserto do Jalapão, Bianchini avisa que a equipe terá 10 vagas entre Motos e UTVs. “A nossa experiência nos UTVs foi tão enriquecedora que, desde já, estamos abrindo vagas para o Sertões 2019 para categoria, além das Motos. Então os interessados já podem entrar em contato comigo pelas redes sociais e site da equipe”, finaliza o piloto e empresário de Alphaville.

Trajetória da equipe – A Bianchini Rally nasceu em 2005, quando Fabrício Bianchini decidiu montar a sua própria equipe em Barueri/SP. Dois anos depois, com patrocínio do Grupo Infinity Bio Energy, juntamente com o piloto Marcos Finato, desenvolveram as primeiras motos de rali movidas a álcool no Brasil. Pioneira com o projeto tornou-se a primeira equipe Carbon Free do grid. Entre 2007 e 2010 se chamou Infinity Rally Team e, a partir de 2012, passou a adotar o nome Bianchini Rally. Em 2007 e 2008 foi premiada como Melhor Equipe do Rally dos Sertões. Pela tradição e profissionalismo conquistados, o time trabalha com pilotos campeões do segmento Duas Rodas no Rally dos Sertões, Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e Rally Baja.

Mais informações no site www.bianchinirally.com.br, no Facebook: @equipebianchinirally e Instagram:@bianchinirally

A Bianchini Rally conta com os apoios da SHIRO, Borilli, Óculos 100%, O Mundo de Maria, Bull Sertões Rally Team, Vedacit e Rede Petrolam.

Assessoria de Imprensa - Bianchini Rally
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki - cel. 11 99705-7720
mercia.suzuki11@gmail.com
www.msuzukicom.com.br

  • Piloto de Alphaville, Bianchini (direita), anuncia 10 vagas para o Sertões 2019
    (Ricardo Leizer/Fotop)

  • Bianchini/Pereira: missão cumprida na primeira edição a bordo de um UTV
    (Ricardo Leizer/Fotop)

  • Bianchini Rally tem 13 anos de tradição no grid e premiada duas vezes
    (Ricardo Leizer/Fotop)

  • Folly #33 (Londrina/PR) ficou entre os Top 5 da geral
    (Ricardo Leizer/Fotop)

  • Pilotos de Motos da equipe comemoram fim do rali, em Fortaleza (CE)
    (Vinícius Branca/Fotop)

Leia também...