Capa

Território Motorsport

Território Motorsport faz balanço positivo com o título inédito de Luppi/Justo e mais dois pódios

Além de campeões do Sertões na UT2, Rodrigo Luppi/Maykel Justo terminaram em 2º na geral dos UTVs. Já a dupla Edu Piano/Solon Mendes foi vice-campeã na Over Pró e Lélio Junior/Weberth Moreira fecharam em 5º na UT3

18.11.2020  |  891 visualizações

Os três UTVs da Território Motorsport subiram ao pódio na 28ª edição do Sertões, o maior rali das Américas, encerrado no último dia 7, no litoral do Maranhão. E mais do que isso, destaque para a dupla Rodrigo Luppi/ Maykel Justo #206 que conquistou o título inédito para o time, como Campeões da UT2 e, ainda vice-campeões da geral. Já Edu Piano/Solon Mendes #205 foram vice-campeões na Over Pró e a 12ª dupla na geral, enquanto Lélio Júnior/Weberth Moreira #215 fecharam em 5º na UT3. As três duplas competiram com UTVs Maverick X3 TM, preparados e desenvolvidos pela equipe.

“O resultado deste Sertões foi bem positivo para a equipe. Rodrigo/Maykel andaram muito e foram campeões merecidamente e conquistaram o melhor resultado para equipe nos UTVs, desde 2016, quando começamos a competir e desenvolver UTVs para a categoria”, ressalta Piano que neste ano completou 25 anos de Sertões. “Trabalhamos muito para evolução dos nossos UTVs que estão bem competitivos, então é muito gratificante ver o resultado dos três”, completa o piloto que também é preparador de veículos de competição e comanda a Território Motorsport há 21 anos.

Em sua nona participação Luppi comemorou o resultado e elogiou o trabalho da equipe. “Foi um Sertões muito bom, no qual usamos da estratégia e tivemos cabeça para conduzir a prova até o final. Apesar da pandemia, nos divertimos e trouxemos um título para casa e estou feliz com o resultado que Maykel e eu conquistamos. Com a chegada também de novos profissionais a equipe ganhou demais e tivemos um carro perfeito todos os dias, com uma mecânica preventiva que funcionou muito bem”, afirma o piloto campeão da UT2.

Programado para ter sete etapas, o Sertões 2020 teve duas (3ª e 6ª) canceladas devido ao mau tempo. Desta vez, chuva e lama, fizeram parte do cenário da competição. O rali largou de Mogi Guaçu (SP), em 31/10, cruzou Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Tocantins e terminou em Barreirinhas (MA). O grid contou com 55 UTVs, 40 carros e 63 motos e quadriciclos.

Quatro vezes campeão, com 17 Sertões no currículo, desde que começou a pilotar UTVs em 2019, Lélio Júnior se apaixonou pela categoria. No ano passado foi vice-campeão na UT3 (antiga Super Production) e, neste ano brigava pela ponta. “Deixamos escapar no finalzinho do rali. Não fosse a atolada no rio faltando 30 km para o final, chegaríamos embolados com o 1º lugar, pois já tínhamos passado o 2º da categoria. Mas faz parte, rali é isso! Agora, estamos prontos para a próxima edição e já garantimos nossa inscrição. O Sertões já faz parte das nossas vidas, tanto que já comprei um UTV novo e a expectativa para 2021 é muito boa”, diz o piloto de Goiânia (GO).

Piano aprovou o roteiro, mas lamentou o cancelamento de dois dias de prova que tiraram as chances da dupla – sete vezes campeã, sendo seis nos caminhões e um na UTV Over Pró – a buscar mais um título. “O Sertões termina somente quando chegamos na rampa da chegada e o resultado é imprevisível porque tudo pode acontecer, mas realmente essas duas etapas fizeram falta, pois estávamos brigando pela liderança na categoria, tanto que vencemos a 5ª Especial, mas daí o 6º dia foi cancelado acabando com a chance de tentar tirar a diferença de tempo do primeiro”, explica o piloto. “Outro fator que influenciou nosso resultado foi o cancelamento da segunda perna da etapa Maratona, onde tínhamos feito a estratégia de poupar o equipamento na primeira perna e deixar para tirar a diferença no dia seguinte, com o equipamento preservado. Vários pilotos estavam com problemas nos UTVs e foram beneficiados com o cancelamento” completa o multicampeão, que tem no total oito títulos, pois antes da parceria com Mendes, foi campeão na geral dos carros em 2005.

Mas no geral, as três duplas da equipe aprovaram as cinco etapas disputadas que foram bem técnicas, duras, com variações de terrenos e exigiram demasiadamente das máquinas e que não pouparam os competidores, sobretudo diante de travessias de rios, lama e chuva.

Mal o Sertões acaba, a equipe já começa a se planejar para a próxima edição. Tanto que uma semana após a chegada, as três duplas - Luppi/Justo, Lélio/Moreira e Piano/Mendes - já estão inscritas para o Sertões 2021.

Sobre a equipe - Com 21 anos, a Território Motorsport, com sede em Tatuí/SP, é uma das equipes mais tradicionais no Rally Cross Country brasileiro. Chefiada pelo piloto Edu Piano (oito vezes campeão do Rally dos Sertões: um na geral dos carros, seis nos caminhões e um nos UTVs), durante 12 temporadas (2002 a 2014) a equipe representou a Ford Racing Trucks/ Território Motorsport e conquistou oito títulos no Caminhões no Sertões. Entre 2011 e 2014, a equipe foi a oficial da Troller na competição. Com a Troller Racing/Território Motorsport, o time sagrou-se bicampeão da prova na Production T2. Movido a desafios, a partir de 2016, Piano passou a desenvolver UTVs (Can-Am Maverick X3) para competição e, desde então, a equipe disputa os Campeonatos Brasileiros de Rally Baja e Rally Cross Country, além do Sertões. Em 2018, Edu Piano/Solon Mendes foram Campeões do Sertões nos UTVs (Over Pro), o que lhes garantiu o primeiro título na categoria e o sétimo da dupla recordista da competição. No Sertões 2019 o resultado da equipe foi: Piano/Mendes (vice-campeões na UTV Over Pró), Lélio Junior/Weberth Moreira (vice-campeões UTV Super Production) e Rodrigo Luppi/Flavio Bisi (4º na UTV Over Pró). Piano, ao lado de Fausto Dallape, foi Campeão da Mitsubishi Cup 2019, na L200 Triton Sport R e conquistou seu tetracampeonato. Rodrigo Luppi encerrou 2019 como vice-campeão do Campeonato Sertões Series, na UTV Pró, enquanto Lélio Júnior e Moreira foram Campeões do Sertões Series e Vice-Campeões Brasileiros de Rally Cross Country (UTV Super Production).

A Território Motorsport tem patrocínio da Usina Canabrava, Minuano Petróleo, Pneus General Tire e Tecpads com apoio da SFI CHIPS. Para conhecer mais sobre a equipe:www.territoriomotorsport.com.br, Facebook: @territoriomotorsport, Instagram: @territoriomotorsport

Resultado Final – Sertões 2020

Classificação Geral/UTVs (cinco primeiros)
1º Denisio Casarini/Ivo Mayer – 20:40:46

2º Rodrigo Luppi/ Maykel Justo #206 – 20:42:24
3º Marcelo Tomasoni/Breno Resende – 20:50:07

4º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 20:51:01
5º Rodrigo Varela/Gunnar Dums – 20:51:14

Categoria UT2
1º Rodrigo Luppi/ Maykel Justo #206 – 20:42:24
2º Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo – 20:59:28

3º Cristian Domecg/João Stal – 21:52:34

Categoria Over Pró
1º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 20:51:01

2º Edu Piano/Solon Mendes #205 – 21:30:22
3º Allan Cestari/Weidner Moreira – 21:37:46

Categoria UT3
1º Gustavo Zanforlin/Rodolpho Costa – 21:32:47

2º Enio Bozzano/Wellington Rezende – 22:02:51
3º Tomaz Luza/Robson Schuinka – 22:17:49
4º Lavoisier Monteiro/João Ribeiro – 23:08:30
5º Lélio Junior/Weberth Moreira #215 – 23:12:00

Resultados completos: https://resultados.sertoes.com/

Assessoria de Imprensa – Território Motorsport
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – 11 99705-7720 / 
mercia.suzuki11@gmail.com
www.msuzukicom.com.br 

Leia também...
23.11.2020

A dupla sete vezes campeã da prova, Edu Piano/Solon Mendes, foi vice-campeã na Over Pró e completou 14 anos de parceria em 2020

19.11.2020

Ao lado do navegador Maykel Justo, Luppi conquistou o título na UT1 e a dupla da Território Motorsport foi, ainda, vice-campeã na geral dos UTVs.

08.11.2020

Dupla finalizou, ainda, em 2º na geral dos UTVs; Edu Piano/Solon Mendes foram vice-campeões na Over Pró. No pódio da UTV 3, Lélio Junior/Weberth Moreira ficam na 5ª posição. Rali terminou no sábado no litoral do Maranhão

06.11.2020

Dupla subiu na classificação e é vice-líder no acumulado da categoria. Rodrigo Luppi/ Maykel Justo seguem em 1º na UTV2. Já os goianos Lélio Junior/ Weberth Moreira estão m 3º na UT3. Etapa 6, desta sexta-feira, foi cancelada também devido ao mau tempo