Equipe Troller Racing

Troller Racing/Território Motorsport é bicampeã do Rally dos Sertões

A bordo do Troller T4, os goianos Rafael Cassol e Lélio Jr faturaram o título na categoria Production T2. A 23ª edição terminou no sábado, na Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu

09.08.2015  |  1.387 visualizações
Foz do Iguaçu, 9 de agosto de 2015 - Para finalmente gritar "É campeão!", a dupla da Equipe Troller Racing/Território Motorsport teve que percorrer 2.875,79 quilômetros, da terra natal, Goiás, passando pelo Mato Grosso do Sul, São Paulo e chegando ao Paraná. Rafael Cassol e Lélio Jr (carro #324) disputaram no sábado, o sétimo e último dia do Rally dos Sertões 2015, entre Umuarama e Foz do Iguaçu. A dupla chegou em quinto na última etapa, mas o resultado não atrapalhou a vantagem que os goianos acumularam ao longo desta edição do rali.

Das sete etapas disputadas desde o dia 2 de agosto, Cassol/Lélio Jr ganharam duas, mas também conseguiram três segundos lugares, o que os ajudou a ampliar a vantagem de mais de uma hora. Ganhar um Sertões pela primeira vez foi uma grande surpresa para o piloto campeão: "Estou feliz demais com o resultado! Fizemos um rali consistente, bem pé no chão. O dia em que era para gente andar forte, andamos forte. O dia que era pra tirarmos o pé, fizemos isso e o resultado está aí. Além disso, este Sertões me trouxe grandes aprendizados, como piloto e como pessoa. O carro foi novidade e a categoria também. Este foi um título que realmente eu não esperava ganhar de cara", comemora Cassol, piloto de 24 anos, de Rio Verde (GO).

O navegador Lélio Jr, em sua décima participação na competição, também é campeão pela primeira vez: "A sensação de ganhar é boa demais! A equipe foi perfeita! O carro se portou muito bem em todas as etapas e tivemos imprevistos pequenos. Gostei bastante das especiais, bem técnicas, rápidas e em lugares bem diferentes. Foi uma experiência maravilhosa!", comenta.

Após oitos anos, os hexacampeões da prova, nos Caminhões, Edu Piano e Solon Mendes voltaram a andar na categoria Carros e já chegaram acelerando, tanto que venceram quatro dias do Rally dos Sertões e lideravam com folga até a e etapa Maratona, entre a última quinta e sexta-feira. Uma pedra que acertou o radiador do carro fez com que não completassem a prova e, ainda, a tirou da disputa pelo título. A dupla finalizou o rali na 9a posição da Production T2.

"Foi um rali de aprendizados. Não era o que a gente planejou, mas também temos que ficar contentes em qualquer situação. É muito fácil estar feliz só na hora da vitória. Porém, a gente também tem que estar feliz quando aparece um imprevisto. Tudo serve como lição. Já vamos começar a planejar o próximo Sertões. O sonho de vencer nos carros foi apenas adiado", ressalta Mendes, que neste ano completou seu 17º Sertões e é o único cearense com seis títulos na competição.

Para Piano, que tem uma trajetória de vinte anos de participações e já conquistou sete títulos, sendo um na geral do Carros e mais seis ao lado de Mendes, nos Caminhões, imprevistos fazem parte de um rali de superação e com um roteiro desafiante como esse.

"O Sertões faz você ir do céu ao inferno em um segundo. Não tem como prever qualquer situação ou se preparar para tudo", diz o piloto de Tatuí (SP). Sobre o novo Troller T4 diz: " A experiência com o Troller foi muito legal e o projeto tem futuro próspero. Neste ano, o rali teve muitos saltos, o que não muito apropriado para o carro, mas ainda assim, eles aguentaram bem e terminaram praticamente inteiros. É um carro forte e valente.", finaliza Piano já de olho no Rally dos Sertões 2016.

Equipe bicampeã - A Troller Racing/Território Motorsport foi campeã da Production T2 do Rally dos Sertões, pela primeira vez, em 2012 com a dupla gaúcha Paulo César Bertolini e Anderson Bertolini. Neste ano teve cem por cento de aproveitamento em relação ao desempenho do Troller T4 e à estratégia de equipe, com os goianos e também com a dupla hexacampeã Edu Piano e Solon Mendes, todos competindo pela PT2. "O objetivo era sempre os dois carros ficar na frente para tentar ganhar. Nossa estratégia era se um carro tivesse problema, o segundo assumiria a liderança para manter a equipe na frente. É um projeto novo e já campeão.", declara o piloto paulista de Tatuí.

Para acompanhar as notícias da equipe: site/ www.territoriomotorsport/troller, facebook/ Equipe Troller Racing, twitter/ Troller Racing.

A Equipe Troller Racing/Território Motorsport conta com os patrocínios da Alfa Seguradora, Pirelli, Gabardo, Acessórios Originais, Peças Genuínas, PMR Seguros, Garrett, Cerâmica Strufaldi e apoio da Off-Limits, Cobreq, RioCal, Fralle, KCMX e Tortuga.

Resultado acumulado após sete etapas - Categoria Production T2 (três primeiros)
1) 324 Rafael Cassol/Lélio Jr 18h00min10s
2) 355 Fernando Oliveira/Maycon Soares 19h10min08s
2) 349 Fabio Simsen/Sidinei Broering 19h13min56s

Resultado 7º dia - Categoria Production T2
1) 355 Fernando Oliveira/Maycon Soares 1h24min11s
2) 349 Fabio Simsen/Sidnei Broering 1h24min40s
3) 357 Frederico Silva/Jose Tomich 1h28min04s
4) 313 Fabio Freire/Joao Afro 1h28min54s
5) 324 Rafael Cassol/Lélio Jr 1h32min13s
6) 315 Edu Piano/Solon Mendes 1h33min11s
  • Cassol e Lélio precisaram apenas administrar a última etapa
    (Marcelo Maragni/DFOTOS)

  • Lélio, Solon, Cassol e Piano: trabalho de equipe
    (Divulgação)

  • Os quarto guerreiros na festa de premiação no sábado à noite
    (Divulgação)

  • Piano e Mendes venceram quatro dias e lideravam a prova
    (Marcelo Machado/DFOTOS)

  • Campeões na rampa de chegada na Usina de Itaipu (PR)
    (Divulgação)

Leia também...