Capa

SHIRO

Sertões: Tunico vence 4ª etapa e mais dois pilotos SHIRO emplacam melhor tempo na Moto 2 e na Brasil

O mineiro ocupa a vice-liderança na geral no acumulado. Bissinho Zavatti, na Moto 2, e Thiago Veloso, na Brasil, levam a melhor. Segundo na etapa pela Moto Over, Maurício Fernandes segue líder na categoria.

05.11.2020  |  580 visualizações

Na 4ª etapa, o Sertões saiu de Goiás e chegou ao Tocantins, nesta quarta-feira (4), teve 641 quilômetros, sendo 329 de trecho. Três pilotos da Honda Racing que representam a SHIRO, marca espanhola de capacetes, venceram em suas respectivas categorias, com destaque para o bicampeão Tunico Maciel #1 (Honda CRF 450 RX) que cravou o melhor tempo do dia nas motos (4h01min39seg) e na categoria Moto 1. Já na Moto 2, Bissinho Zavatti #11 levou a melhor (4h06min50seg), foi o 5º na geral e segue líder no acumulado da categoria. Já Thiago Veloso #58 (Honda CRF 250F), foi o mais rápido na Brasil, e completou a Especial em 4h22min51seg, e está na liderança da categoria, após três etapas.

Mineiro de Lavras, Maciel se aproxima do líder na geral no acumulado: “Dia bem legal, com trechos rápidos, depois a Especial ficou bem travada e, no final, ficou rápida novamente. Consegui andar bem e colocar um bom ritmo”. Na sequência, em 3º na classificação geral está Zavatti. “Abri mais um pouco a distância para o segundo colocado e estou bem na classificação geral”, comenta o paulista. Ambos, Maciel e Zavatti, receberam capacetes com grafismos exclusivos da marca.

Apesar de ter sido um dia de trechos rápidos, a prova foi longa e muito pesada. “Foi uma Especial muito de alta e, depois, um deslocamento longo, com muito vento. O capacete SHIRO ajuda muito em dias assim, pois ele é muito leve”, relata Thiago Veloso, que, além de liderar na Brasil, ocupa a 9ª posição geral. O capacete SHIRO pesa apenas 1kg.

Outro destaque SHIRO foi Maurício Fernandes #49 (Husqvarna FE 450), da Bianchini Rally/Power Husky, que lidera a Moto Over. Em sua oitava participação no maior rali das Américas, o paulista completou a prova em 4h25min50seg, 2º melhor tempo da categoria. “Foi um dia muito rápido, com retas longas. Fomos bem e agora é se preparar para amanhã”, diz Fernandes, que volta ao Sertões após 15 anos.

Além de Fernandes, mais cinco pilotos da Bianchini Rally/Power Husky competem com a marca representada no país pela TWP. Na Moto Over, Guto Bogo #47 (Husqvarna FE 501) completou a Especial em 5º (4h46min32seg); na Moto 1, André Guerra #46 (Husqvarna 501) foi o 7º, com o tempo de 5h04min27seg. Já na Moto 2, Rodrigo Montemor #39 (Husqvarna FE 450) chegou em 10º (4h52min46seg).

O estreante Vinícius Rodrigues #36 (Honda CRF 250F), que compete na Brasil, falou sobre a experiência no Sertões: “Estou gostando demais do meu primeiro rali e consegui completar todas as etapas até aqui. Hoje foi bem cansativo, mas foi bom”, diz o piloto que fechou em 7º (5h09min55seg) na categoria. E ressalta a importância do capacete: “O capacete SHIRO está mais que aprovado. Já uso há um tempo e me salvou de alguns acidentes”, finaliza.

Após ter sido salvo pelo capacete e demais equipamentos de segurança, na 1ª etapa quando rolou de uma ribanceira de 5 metros, Marcos Colvero #42 (Husqvarna FE 501) retornou à prova nesta quarta-feira e se superou apesar das dores e limitações. O gaúcho completou a longa e dura Especial em 8º na Moto Over (4h55min31seg).

Nesta quinta (05), os pilotos seguem rumo ao Maranhão em uma Especial de 227 quilômetros e mais de 600 no total. No percurso passarão pelo Jalapão (TO). Segundo a organização, o começo será travado, mas depois o trecho cronometrado será em alta velocidade, com trecho de areia. Com recorde de inscritos e um esquema de Bolhas, devido à pandemia, o Sertões 2020 já passou por quatro estados: SP, MG, GO, TO, além do DF. Nesta quinta (05), chega ao último estado do roteiro, o Maranhão.

Excelência em capacetes – Com sede em Múrcia, na Espanha, a SHIRO Helmets foi fundada em 1993 por Antonio Tomás. Atualmente está presente em mais de 80 países. Além de fabricar capacetes de tecnologia inovadora, trabalha com uma linha de acessórios para motociclistas. Aprovada por campeões europeus, a marca patrocina competidores no Campeonato Mundial de Motovelocidade e no Motocross MX2. Assim, utiliza a tecnologia adquirida nas pistas e no off-road nos mais inovadores projetos do mercado. Já a SHIRO Brasil nasceu em 2017 e é comanda por Marcos Finato, Théo Lopes e Luciana Barreto da TWP. Atualmente os principais modelos comercializados são: SH-881SV (City), SH-600 (Strada), SH-336 (Racing) e MX-917 (Off-Road). Desde 2018 apoia pilotos nos campeonatos de Rally Cross Country (Tunico Maciel e Bissinho Zavatti), Enduro de Regularidade (Tunico Maciel e Dário Júlio), Motocross e Arena Cross (Paulo Aberto, Humberto Martin, Rafael Araújo “Bubinha”, Juninho Tayt-Sohn, Fábio Rogério, Roosevelt Assunção e Leonardo Cassarotti) e SuperBike (Rafael Rigueiro, Lincoln Melo e Fabio Puccini). A marca tem uma equipe de representantes em todo o território nacional e os produtos podem ser encontrados nas melhores lojas do Brasil, tanto físicas quanto online.

Resultados Sertões Motos – Etapa 4 (4/11) - Extraoficial

Geral
1º Tunico Maciel #1 – 04:01:49
2º Ricardo Martins – 04:04:31

3º Jean Azevedo – 04:05:44
4º Vitor Siqueira – 04:05:55
5º Bissinho Zavatti #11 – 04:06:50
11º Thiago Veloso #58 – 04:22:51

Categoria Moto Over
1º Leandro Mokfa – 04:25:39

2º Maurício Fernandes #49 – 04:25:50
3º Osmar Shimosaka – 04:28:48

Resultado Acumulado, após 4ª etapa

Geral
1º Ricardo Martins – 13:33:56

2º Tunico Maciel #1 – 13:39:02
3º Bissinho Zavatti #11 – 13:40:32
4º Jean Azevedo – 13:45:34

9º Thiago Veloso #58 – 14:09:41

Moto Over
1º Maurício Fernandes #49 – 14:33:16

Resultados completos: https://resultados.sertoes.com/

Roteiro Sertões 2020

5/11/2020 - quinta-feira
5ª etapa - Bolha 4 / TO a Bolha 5 / MA
Deslocamento inicial: 99 km
Trecho especial: 227 km

Deslocamento final: 284 km
Total: 610 km
Apesar dos km iniciais travados, a especial imprime altas velocidades em um trecho de areia, ao lado de uma plantação de eucaliptos. O terreno arenoso fica bem mais pesado até a metade do trajeto, quando assume as características do Jalapão, no Tocantins. Os competidores encerram a especial em terreno de piçarra, onde poderão atingir altas velocidades e sentir o prazer da pilotagem. 
  
6/11/2020 - sexta-feira
6ª etapa - Bolha 5 / MA a Bolha 6 / MA
Deslocamento inicial: 128 km

Trecho especial: 300 km
Deslocamento final: 313 km
Total: 741 km
A especial já começa com belas paisagens, por estradas de médias velocidades que vão ficando cada vez mais estreitas e travadas. A partir da metade, o trajeto fica mais rápido, com lombas e depressões. Haverá dois trechos com retas muito longas, de altíssimas velocidades, em terreno de piçarra. No final, será preciso mais atenção para completar a especial em trechos arenosos. 


7/11/2020 - sábado
7ª etapa - Bolha 6 / MA a Barreirinhas (MA)
Deslocamento inicial: 258 km

Trecho especial: 223 km
Deslocamento final: 34 km
Total: 515 km
A organização do Sertões promete deixar a melhor especial para o final. Com prova na areia, a navegação fará toda a diferença. Após um começo travado em piçarras, o trecho fica arenoso à medida que cruza pequenos riachos, os quais estarão secos na época da prova. Após o abastecimento, praticamente na metade da especial, as dificuldades serão extremas por conta da areia e da parte final com navegação por GPS em dunas. Com muitos way points a serem cobertos, qualquer erro pode ser fatal. O final em Barreirinhas promete ser apoteótico, a imagem a ser gravada nas memórias dos participantes. Chegar ao final do Sertões 2020 já será uma grande vitória. 

Informações para imprensa:
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – 11 99705-7720 / mercia.suzuki11@gmail.com
Gabriel Tieppo – 11 99798-5484 / gabrielmtieppo@gmail.com
www.msuzukicom.com.br

Leia também...
09.11.2020

Tunico Maciel não resiste aos ferimentos do acidente da última etapa do Sertões

08.11.2020

Bissinho Zavatti (Moto 2), Thiago Veloso (Brasil) e Maurício Fernandes (Moto Over) são campeões desta 28ª edição. O bicampeão Tunico Maciel sofre acidente e está hospitalizado na capital maranhense

06.11.2020

O bicampeão está a 4min3seg do líder na acumulada das motos. Fernandes (Moto Over) e Veloso (Brasil) também venceram a Etapa 5. Nesta sexta-feira, a prova foi cancelada devido às condições climáticas

03.11.2020

Thiago Veloso, na Brasil, e Maurício Fernandes, na Over 45, são destaques. Na geral da etapa 2, Bissinho Zavatti conquista o 4º melhor tempo e Tunico Maciel, o 5º